Moore reúne formadores de opinião para orientar estratégias e desenvolver competências empresariais dos próximos anos

 

No último dia 15, a Moore reuniu lideranças de empresas privadas e de governo para um evento inédito dentro da rede no Brasil: o encontro What is next? (O que vem pela frente?).

Com o objetivo de estimular uma reflexão coletiva que possa orientar o mercado acerca das estratégias e competências empresariais que serão requeridas nos próximos anos, o evento chamou atenção por seu formato e resultados práticos, engendrando um verdadeiro tanque de pensamentos e experiências.

Para aquecer esse tanque de ideias, o evento contou com três falas norteadoras:

  • A visão pragmática de Marcus Lindgren, sócio da Moore e idealizador do evento, abordando a teoria dos paradigmas técnico-econômicos contemporâneos e as longas ondas de prosperidade de Kondratiev;
  • A visão humanista de Anton Colella, CEO da Moore Global, colocando o senso de humanidade e a liderança corajosa no coração da estratégia empresarial; e
  • A visão institucional de João Paulo Braga, diretor-presidente do INDI MG, reforçando a importância da geração de valores compartilhados entre instituições públicas e privadas.

Aquecido por essas três diferentes visões, o evento organizou as lideranças presentes em rodas de conversa, para discutir os desafios que as empresas e seus gestores irão enfrentar nos próximos anos e entender quais serão as competências necessárias para vencer esses desafios.

Essas rodas de conversa foram mediadas por sócios da Moore e contaram com a participação dos seguintes expoentes do mercado: Lucas Brown, Cônsul Britânico em Minas Gerais (UK in Brazil); Juliano Alves Pinto, subsecretário de ciências, tecnologia e inovação do estado de Minas Gerais; Thiago Porto Ribeiro, vice-diretor da Britcham em Minas Gerais; Eliane Lustosa Cabral, presidente do Conselho de Administração da Labtest Diagnóstica S.A.; Luiz Barcelos, sócio-diretor da Luiza Barcelos; Luiz Tângari, fundador da Strider (Syngenta Digital Brasil); Marcus Cardoso, CFO da Sympla; Raphael Gesteira, CFO da Plena Alimentos; Ronaldo Ribeiro, CEO da Farmax – Indústria de Cosméticos e Farmacêuticos e Tulio Abi-Saber, CFO da Algar Telecom.

Além dessas lideranças, as rodas de conversa contaram com especialistas da Moore em consultoria, auditoria e tributos, que no fim do evento compilaram os principais pontos discutidos e insights.

O que esse encontro de fortes lideranças irá promover?

Um material simples, prático e objetivo, que parte de experiências vividas e opiniões relevantes de mercado – aptas a nortear o futuro dos negócios diante das incertezas do amanhã.

“Sem pretensão de prever o futuro, mas certos de que a experiência é o fio condutor das melhores práticas, nós organizamos um mosaico daquilo que nós acreditamos que vem pela frente”, explica Marcus Lindgren.

Esse material, apelidado por Lindgren de “Mosaico de estratégias e competências essenciais para o futuro dos negócios” será disponibilizado, em primeira mão, aos clientes, parceiros e público interno da Moore, e mais tarde, poderá ser compartilhado pelos canais da rede no Brasil.

Moore Brasil

Moore Brasil