Os 7 passos para implementação da gestão de riscos

Segundo o IFAC (International Federation of Accountants), “riscos são eventos futuros incertos que podem influenciar o atendimento dos objetivos estratégicos, operacionais e financeiros da organização. As dimensões do risco incluem o impacto sobre a reputação de uma organização, incluindo a ‘perda de legitimidade’ devido a atividades consideradas inaceitáveis para a comunidade”.

O sistema de gestão de riscos deve ser orientado por 7 passos ou fatores essenciais:

  • Governança;
  • Contexto do Negócio;
  • Identificação de Riscos;
  • Priorização de Riscos;
  • Resposta aos Riscos;
  • Monitoramento; e
  • Comunicação.

Em nosso EBOOK “Os 7 passos para implementação da gestão de riscos”, você vai entender de forma breve e objetiva como funciona cada um desses fatores.

Conheça os 7 passos para implementação da gestão de riscos.

A governança corporativa é um fator preponderante da gestão de riscos. Leia nosso artigo “O que é governança corporativa e qual é a sua relação com a gestão de riscos” e entenda como essa junção pode ser vantajosa para o seu negócio.

Conhecer o contexto do negócio também é primordial. Esse conhecimento facilita e servirá como bases sólidas para criação de valor através da gestão de riscos.

Os recursos de uma organização devem ser gerenciados de forma que a sua utilização gere valor. Por isso, além de identificar os riscos, é preciso priorizá-los, segundo sua gravidade e estabelecimento de uma matriz de riscos. É por meio da identificação de riscos que as organizações terão uma noção mais clara das variáveis que afetam os seus negócios. Afinal, é essencial olhar para o iceberg com consciência de que o perigo está muito além da superfície. E mais: de que nós somos capazes de conhecer o todo, mesmo que boa parte ainda seja oculta.

O próximo passo é o momento de refletir sobre quais atitudes serão tomadas para o tratamento dos riscos; e uma vez estabelecidas essas respostas aos riscos, é hora de exercer o monitoramento, que pode ser feito através de diversos tipos de ferramentas, desde planilhas eletrônicas até sistemas especializados para monitoramento de riscos.

Seguindo todos esses passos, sua empresa estará pronta para formalizar um relatório de riscos, que servirá de uma fonte de insights estratégicos para sua organização, promovendo uma comunicação clara e assertiva da sua gestão de riscos.

Não deixe de baixar o nosso EBOOK sobre os 7 passos para implementação da gestão de riscos. Você terá acesso a insights valiosos sobre cada um desses passos.

 

 

Moore Brasil

Moore Brasil