Realizar a gestão de um negócio, além do cuidado com a saúde da empresa, requer investimentos orientados para o futuro e o crescimento. Para garantir uma expansão mais lucrativa, é preciso investir em sistemas, processos e ações de controles internos, orientados para uma gestão de riscos.

Esse investimento, alinhado a uma governança corporativa, permite com que a empresa implemente uma gestão de riscos eficiente, trazendo resultados prósperos ao negócio.

Para Rafael Pizzato, diretor da Moore, especialista em gestão de riscos, “os riscos estão presentes em todas as operações da empresa e, por vezes, dependendo do apetite por riscos, alguns processos são modificados”.

“A identificação de riscos permite às organizações terem uma noção mais clara das variáveis que afetam seus negócios”, conclui.

Por isso, neste artigo você vai entender mais sobre a governança corporativa e a sua relação com a gestão de riscos.

Governança Corporativa: o que é?

Segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), governança corporativa é “o sistema pelo qual as empresas são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”.

Ou seja, trata-se de um sistema regulamentado que visa trabalhar as relações da empresa com os atores internos e externos – sócios, investidores, stakeholders, fornecedores e colaboradores. Todos esses atores são importantes e se beneficiam de uma governança corporativa eficiente.

A governança corporativa é um conjunto de práticas que motiva a empresa a tomadas de decisão mais assertivas, seguindo parâmetros éticos e legais. Essas práticas devem ser adotadas para alinhar os interesses de todas as partes, mantendo a empresa sempre saudável em relação à sua atuação hoje e no futuro.

Ao aplicar as práticas de governança corporativa na empresa, busca-se a melhoria dos processos, tais como um crescimento contínuo e estável, melhorias da imagem da empresa perante os stakeholders e uma gestão mais transparente e efetiva.

A governança corporativa tem um papel preponderante em relação à gestão de riscos, dando frente às seguintes ações:

  • Atuação do conselho de administração, que supervisiona e apoia a estratégia da gestão de risco.
  • Estabelecimento das estruturas operacionais, entendendo qual a melhor estrutura operacional para a estratégia e objetivo do negócio.
  • Estabelecimento do comportamento desejado que irá formar a cultura da empresa.
  • Compromisso com os valores da organização.
  • Compromisso com o capital humano, ou seja, compromisso para atração e retenção de profissionais capacitados alinhados com a estratégia e objetivos do negócio.

O artigo “Como implementar uma gestão de riscos” expõe os 7 passos ou fatores essenciais para essa implementação. Você também pode baixar nosso EBOOK sobre o assunto no botão abaixo.

Conheça os 7 passos para implementação da gestão de riscos.

 

Uma boa governança

A estrutura de uma boa governança corporativa é abrangente e detalhada. A prática é baseada em quatro princípios: transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa. Essa base é o que sustentará a veracidade das informações sobre a empresa e garantirá a ela confiabilidade nas suas relações.

Uma boa gestão que aplique as práticas de governança corporativa vai transformar esses quatro pilares em ações concretas. Trabalhar esses pilares gera a segurança necessária entre os interessados e auxilia na geração de valor da empresa. Isso contribui para melhor qualidade da gestão da organização, sua longevidade e a uma melhora da relação entre as partes interessadas.

É preciso ainda encontrar o equilíbrio entre a quantidade de regras e restrições e a autonomia dos colaboradores. Com regras muito rígidas, o trabalho se torna cansativo e difícil. Com poucas restrições ou fiscalizações, mais erros tendem a ser cometidos. Por isso, é preciso atenção aos processos de controle. 

A governança corporativa anda lado a lado com uma gestão inteligente e ambas precisam conversar entre si o tempo todo. Enquanto a governança se preocupa com o monitoramento, avaliação e direcionamento, a gestão vai se ocupar do planejamento, execução e controle.

 

Vantagens para o seu negócio

Se bem aplicada, a governança corporativa pode gerar muitos benefícios para o seu negócio. Altos índices de governança corporativa indicam uma empresa focada no desempenho e na qualidade da gestão. Isso eleva o valor da empresa.

Com essa percepção de valor aumentada, a geração de confiança também aumenta e se torna mais fácil captar recursos e atrair investidores. Tudo isso favorece uma melhor reputação para a empresa, gerando um ciclo contínuo de valorização e melhoria da imagem.

Os benefícios ainda envolvem o sucesso corporativo e crescimento sustentável. Ao otimizar os processos, os erros são reduzidos, logo, os prejuízos também são minimizados. O sucesso da gestão e da melhoria dos processos gera ainda uma redução de conflitos internos, aprimorando o clima organizacional e a satisfação dos colaboradores.

Com processos de governança corporativa bem aplicados é possível também impactar as tomadas de decisão. 

Por ser uma prática que preza pela transparência dos processos, a comunicação entre as partes é um ponto chave e essencial. Por isso, ao lidar com alguma crise ou alguma situação de não conformidade, as respostas necessárias são mais rápidas e eficientes, evitando desgastes desnecessários, prejuízos e perda de tempo. 

O rápido acesso às informações confiáveis torna o processo de tomadas de decisão mais assertivo.

Essas informações são de extrema importância para definir os próximos passos do seu negócio e suas estratégias, e você também garante maior credibilidade para as partes interessadas e mais oportunidades para seu negócio.

Conte com a Moore para ajudar a sua empresa nessa transformação. Nossas soluções oferecem informações estratégicas necessárias para esse processo.

Queremos alavancar seu negócio junto com você. Entre em contato agora mesmo com um especialista.

Fale com nossos especialistas em governança e gestão de riscos.

 

Moore Brasil

Moore Brasil