Quando é que os CFOs e os proprietários de empresas começam a pensar em como gerir os seus recursos, fluxos de caixa, cadeia de fornecimento, acordos de dívida e comunicação com investidores ou acionistas durante os próximos seis a 12 meses? É uma pressão que a maioria está sentindo de forma aguda.

Não existe apenas a luta diária para manter o negócio rodando na medida do possível, existe a responsabilidade adicional relacionada aos impactos comerciais da COVID-19.

Qual é o impacto potencial no negócio?

Que novas decisões precisam ser tomadas e quando?

Que tipo de mudanças você precisa fazer nos próximos meses?

Como você quantifica os impactos para comunicar aos seus investidores ou partes interessadas?

Em tempos como estes, a atualização das suas projeções financeiras torna-se crítica. A gestão de crises coloca à prova as equipes de gestão executiva e os empresários. Desenvolver planos de ação detalhados para minimizar as despesas e maximizar o fluxo de caixa deve ser o foco principal.

Recolha de dados/informações

Decisões tomadas no escuro, com falta de informação, podem ser prejudiciais a um negócio. Como você pode garantir que está tomando as melhores decisões durante estes tempos turbulentos? Utilizando o seu departamento de TI e analistas financeiros para recolher o máximo de informação possível.

Fale com os líderes do seu departamento, seus clientes e seus fornecedores para avaliar o impacto potencial. Comece a analisar as tendências de vendas, cobranças, atrasos na cadeia de suprimentos, despesas adicionais e restrições de recursos. Monitore as informações diariamente para identificar e prever tendências contínuas.

Tomada de decisões

Revise as projeções de fluxo de caixa e orçamentos com base nas informações coletadas e na análise de tendências. Priorize as áreas mais impactadas e defina estratégias sobre possíveis mudanças ou novas soluções com a sua equipe de liderança e os seus consultores externos de confiança. Estas mudanças nos processos de negócios ou decisões de recursos podem ser temporárias ou podem ser a nova forma de fazer negócios a longo prazo. Revisite o seu planejamento de continuidade de negócios e atualize-o com base nas lições aprendidas à medida que você for avançando.

Pense nos impactos empresariais relacionados com a sua força de trabalho – estas decisões são algumas das mais difíceis de tomar. Uma licença para o pessoal pode ser uma opção muito mais estratégica do que um meramente um custo, especialmente se o negócio espera continuar a longo prazo. Determinar quantas pessoas devem ser dispensadas e como comunicar essa mensagem é parte do processo de tomada de decisão.

Comunicação

Seja transparente com seus investidores, gerentes de banco e outras partes interessadas sobre os impactos. Partilhe as suas projeções e planos de ação revistos. Quanto mais informações precisas tivermos, melhor podemos planejar e apoiar uns aos outros para sermos financeiramente bem-sucedidos.

Todos nós queremos voltar ao normal o mais rápido possível. A partilha de informação será um componente-chave que ajudará toda a comunidade empresarial a trabalhar em conjunto e a tomar melhores decisões.

Insights finais

Podemos dizer que a COVID-19 vai afetar todos de alguma forma – pessoal e profissionalmente. Espera-se que todos os negócios sejam impactados. Reunir informações sobre os impactos, lidar com potenciais soluções e ajustar-se à medida que se avança é a única forma de garantir que os seus efeitos negativos sejam de curta duração e que as suas probabilidades de sucesso contínuo sejam significativamente aumentadas.

Alguns proprietários de negócios e CFOs podem até achar este tempo benéfico na medida em que lhes permite analisar realmente os seus negócios e tomar decisões que de outra forma nunca teriam tomado para o futuro. Isto pode ajudá-lo a experimentar um crescimento significativo e sucesso ao longo do caminho.

 

Postado, originalmente, em 19 de março de 2020, pela firma-membro da Moore Global na Califórnia USA (Armanino LLP):

https://www.armaninollp.com/articles/managing-covid-19-beyond/

Moore Brasil

Moore Brasil