Guia destaca empresas de 13 setores da economia, reconhecendo a AeC como uma das empresas mais eficientes em compliance

Com o objetivo de reconhecer as empresas brasileiras que possuem as melhores práticas de conformidade e integridade, a Revista Exame lançou, neste ano, a primeira edição do Guia Exame de Compliance.

Produzido em parceria com o Instituto FSB e com a Fundação Dom Cabral, o Guia Exame de Compliance avaliou 298 empresas inscritas, e classificou, por meio de uma investigação criteriosa, 39 delas como mais bem avaliadas no grau de maturidade da política e das práticas de compliance.

Entre as 39 empresas que pertencem a 13 diferentes setores da economia, destacou-se a AeC, uma das mais respeitadas empresas de serviços do Brasil, que atua em outsourcing de contact center, consultoria, software e gestão em saúde.

Cliente da divisão de consultoria da Moore desde 2018, a AeC conta com a nossa especialidade em gestão de riscos, para ajudá-la na identificação e implementação de controles internos, uma solução inerente às atividades de compliance.

Para Vagner Diniz, consultor da Moore líder do projeto de gestão de riscos da AeC, o destaque da empresa no Guia Exame de Compliance não é uma surpresa. “O sistema de compliance da AeC é latente em todos os departamentos. O conhecimento e o comprometimento dos envolvidos com as diretrizes da AeC são perceptíveis em todas as etapas da nossa consultoria em gestão de riscos, desde os testes de controle e acompanhamento dos planos de ação, até o monitoramento contínuo das soluções”.

Conheça nossa consultoria em gestão de riscos na AeC, sabendo como a ajudamos a ser uma das empresas de compliance mais eficientes do Brasil.

 

O que é compliance para a AeC

Segundo Flávia Neves Tomagnini, Executiva Jurídica e Compliance Officer da AeC, apesar de o compliance ter ganhado notoriedade nos últimos anos, ainda é um assunto novo para o ambiente de negócios brasileiro. “A maioria das empresas não possui uma estrutura mínima de compliance e, entre as que possuem, uma grande parcela prescinde um nível adequado de maturidade”, conclui.

Mas, ela acredita que a gestão do compliance está se profissionalizando no Brasil. “Estamos conseguindo aprimorar a sua sinergia com outros institutos de governança, como a gestão de riscos e a auditoria interna, e a sua abrangência vem ampliando”.

Veja como a governança, a gestão de riscos e o compliance, conhecidos como GRC, são fatores primordiais para o sucesso das empresas.

Para a AeC, o programa de compliance não se restringe à conformidade legal e regulatória da empresa. “Isso porque a norma fria e literal, sem significado ou sentido, não engaja o colaborador, nem tampouco, dá a ele um senso de responsabilidade e de consequência sobre o seu cumprimento ou descumprimento”, explica.

“Na AeC, mais do que garantir o cumprimento das obrigações legais, o programa de compliance foi pensado e estruturado como instrumentalização – por meio da criação de metodologias de processos, códigos, treinamentos e comunicação – do componente ético como linha mestra da cultura organizacional da empresa”.

“Desse modo, no processo vivenciado pela empresa, a estratégia de construção foi fortalecimento da cultura ética para engajar os colaboradores a se apropriarem dos valores da empresa, o que garantiu uma maior coesão nas condutas e nas tomadas de decisão, em relação à conformidade técnica, legal e ética”, conclui Tomagnini.

 

Resultados do programa de compliance na AeC

Para a AeC, o objetivo principal do programa de compliance é robustecer a qualidade das decisões dos colaboradores, a partir do processo de engajamento ético, possibilitando que os profissionais consigam, com maior autonomia, diferenciar o certo e o errado; o ético e o antiético.

Em termos de resultados, Tomagnini ressalta a importância de garantir a absorção do componente ético no dia a dia da AeC, com o engajamento e senso de pertencimento dos colaboradores da empresa. Ela explica que o aprimoramento do programa de compliance está voltado para a melhoria contínua dos processos de modelação e aperfeiçoamento da cultura organizacional e envolve:

  • Elaboração e aplicação de novos treinamentos para os colaboradores;
  • reforços de comunicação;
  • envolvimento da alta liderança;
  • fortalecimento dos princípios da empresa;
  • inclusão da pauta de integridade nas cerimônias e ritos da organização;
  • entre outros fatores.

 

Próximos desafios do programa de compliance da AeC

Em 2020, o maior desafio para o programa de compliance da AeC será a adequação das suas diretrizes à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A LGPD, ou Lei 13.709/2018, deve entrar em vigor em agosto de 2020 e busca combater a violação de dados pessoais e fraudes.

Segundo Tomagnini, a LGPD é, em essência, uma legislação de compliance em privacidade, que “no contexto de direito do consumidor, muda radicalmente a forma de fazer o atendimento e vai exigir que todas as empresas, independentemente do setor, mudem os processos, realizem treinamentos e evidenciem o tratamento dos dados do consumidor final. Esse, será, com certeza, o principal foco do programa de compliance da AeC no ano que vem”, conclui.

 

Conheça as empresas classificadas no Guia Exame de Compliance

  • Serviços: melhor do setor – Brink’s segurança e transportes de valores. Destaques: AeC, Edenred, JLL e Logicalis
  • Setor automotivo: melhor do setor – Bridgestone
  • Bens de consumo: melhor do setor – 3M. Destaques: Natura, Reckitt Benckiser, Souza Cruz e Tigre
  • Eletroeletrônicos: melhor do setor – Whirlpool
  • Energia: melhor do setor – BP Combustíveis. Destaques: Neoenergia e Statkraft
  • Farmacêutica: melhor do setor – Takeda
  • Infraestrutura: melhor do setor – LOGA Logística Ambiental de São Paulo. Destaques: Arteris, BRK e Entrevias
  • Instituições financeiras: melhor do setor – Elo. Destaques: Allianz, Cielo, SulAmérica e Zurich
  • Papel e Celulose: melhor do setor – Veracel
  • Química: melhor do setor – Basf. Destaques: Firmenich & Cia, Ultrapar e White Martins
  • Saúde: melhor do setor – Fleury. Destaques: Hospital Sírio Libanês, Sabin e Unimed São José do Rio Preto
  • Siderurgia e Metalurgia: melhor do setor – ArcelorMittal. Destaques: Alubar e Novelis
  • Varejo: melhor do setor – Magazine Luiza. Destaque: Carrefour

 

Moore Brasil

Moore Brasil