Para Lygia, uma boa história é feita de inspirações, por isso, o seu melhor passatempo é estar com a filha Vitória, ouvindo músicas, jogando tênis e motivando suas brincadeiras.

Afinal, foi assim, brincando de escrever cartas na velha máquina de escrever da avó, que Lygia teve a sua primeira inspiração profissional, aos 10 anos.

Junto da máquina de datilografar, havia grossas pastas de anuário IOB, do tio, as quais ela não poderia imaginar, que mais tarde seriam grandes referências.

“Antes de fazer faculdade eu até pensei em fazer administração de empresas, já que eu era fascinada pelo universo corporativo, mas as pastas de IOB da minha infância falaram mais alto e eu acabei escolhendo o Direito”, conta Lygia.

O primeiro estágio da Lygia em Direito Tributário fez da brincadeira de infância uma realidade – na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), em Ribeirão Preto. Foi lá que ela escreveu suas primeiras peças processuais em retaguarda ao procurador.

Foi lá também, no restaurante da PGFN, que ela se encontrava todos os dias para dividir o almoço com o noivo Roberto, o seu melhor companheiro de estradas e paradas – hoje maridão!

Aos 24 anos, ela pisou pela primeira vez na Moore Prisma, e desde então vem mostrando ao mundo a que veio.

Ela foi a primeira mulher do escritório a liderar equipes e também a primeira a compor a mesa decisória de sócios. Também foi a primeira mulher brasileira da nossa rede – Moore a palestrar nas conferências internacionais da Moore Global sobre tax.

E foi em uma dessas idas e vindas do exterior, no Aeroporto de Berlim, que ela recebeu a notícia mais triste da sua vida – o diagnóstico de câncer da Natália, irmã tão querida com quem dividiu a melhor infância e juventude e que hoje é a sua maior saudade.

Lygia ajudou a Moore Prisma a alavancar a área de consultoria tributária e empreendeu a área de legal services, estruturando um time de contencioso, que hoje atua em defesa de alternativas tributárias mais econômicas para as empresas.

Satisfação no que faz? É o que ela sente ao fazer uma peça – olhar os argumentos e procurar os contrários – criar os argumentos em nome da economia – saber onde chegar e como pode chegar. E todas essas conquistas ela divide com a sua equipe e atribui à experiência.

“Eu valorizo muito todas as fases de aprendizado pelas quais eu passei na Moore Prisma – por ter trabalhado no operacional de forma preventiva e ter vivido a apuração da maneira como o Fisco enxerga. A tecnologia ajudou muito a evolução da profissão – hoje as informações estão todas em sistema, mas eu já quebrei muita unha folheando notas fiscais”, lembra Lygia.

Temos muito orgulho de ser o lugar de acolhimento dessa história, acompanhando de perto todos os desafios pessoais e profissionais desta nossa realizadora de sonhos!

Lygia abriu portas inéditas para outras 59 mulheres que hoje trabalham no nosso time. Com ela, aprendemos que nada é capaz de nos fazer parar, quando desejamos mudar o curso da história.

Moore Brasil

Moore Brasil